Conheça 2 alternativas para sua empresa economizar com o transporte por fretamento.

7 minutos

O transporte de colaboradores por fretamento tem se tornado uma alternativa muito buscada por empresas que desejam uma opção de mobilidade mais flexível.

Segundo dados da ANTP – Associação Nacional de Transportes Públicos, somente na cidade de São Paulo, são realizadas 490 mil viagens de fretado por dia, o que representa 2,3% das viagens de ônibus realizadas na capital paulista.

No cenário corporativo, o custo do transporte dos colaboradores pode impactar representativamente o fluxo de caixa da empresa, visto que o valor final desse serviço sofre interferência de fatores, como, por exemplo, a localização da empresa, a quantidade de colaboradores e os respectivos endereços de residência e até mesmo os turnos de trabalho. 

O desafio das empresas quando se fala em fretamento é encontrar uma solução de transporte por fretamento que atenda os colaboradores de forma completa e que também resulte em uma boa relação entre custo x benefício para a empresa. Se sua empresa já tem o serviço de fretamento e quer encontrar maneiras de otimizar esse serviço e reduzir custos esse artigo é para você. A seguir, você verá duas das principais alternativas:

1. Roteirização constante para ter sempre rotas otimizadas:         

Se você contratou um serviço de fretamento tradicional para seus colaboradores, você já vivenciou uma questão importante que, com a roteirização, pode ser resolvida: a baixa ocupação nos fretados.

Essa questão pode ocorrer por vários fatores, em especial, a falta de um planejamento efetivo das rotas de fretamento de acordo com os endereços exato dos colaboradores. Quando um veículo está com baixa ocupação, significa que sua empresa está investindo recursos em um serviço que não está sendo aproveitado ao máximo, o que significa um ponto de atenção que necessita a aplicação de uma ação de melhoria. 

Para um processo de roteirização efetivo, é necessário contar com uma empresa especialista em fretamento e que tenha tecnologia e expertise técnica para isso. Funciona assim: São reunidas informações sobre os endereços dos seus colaboradores e por meio da tecnologia de um roteirizador de rotas e a expertise de uma equipe de fretamento, são mensurados quantos veículos e itinerários serão necessários para atender a demanda da empresa, visando reduzir ao máximo a ociosidade dos fretados. Esse estudo é realizado constantemente, levando em consideração admissões e demissões para manter a frota sempre atualizada.

2. Compartilhamento de rotas de fretado entre empresas:

O compartilhamento das rotas de fretado é uma alternativa para empresas que desejam potencializar a redução de custos com fretamento corporativo.

A partir do momento que a empresa opta pelo transporte dos colaboradores por fretamento e já passou pela etapa de roteirização e estudos em busca dos melhores itinerários é possível optar pelo modelo de compartilhamento com outras empresas. Esse modelo se aplica para empresas de todos os portes e segmentos, especialmente, para empresas que, mesmo com a otimização das rotas, tenha assentos vagos que podem ser ocupados por meio do compartilhamento.

O compartilhamento funciona assim: A empresa que detém as rotas tem autonomia para escolher as empresas, sendo próximas ou terceiras para apresentar a possibilidade de compartilhamento. A partir disso, a empresa especialista em fretamento de colaboradores entra em evidência, visando fazer um estudo para encontrar similaridades de rotas, turnos e endereços. 

Quanto a questão fiscal, os valores do fretado são calculados por assento, com a exata divisão de faturamento para cada empresa envolvida no processo.

Uma outra situação no qual o fretamento compartilhado é uma solução de economia é quando a empresa faz o compartilhamento com os próprios terceiros da empresa. Com essa iniciativa, todos ganham com um transporte de qualidade, seguro e flexível para ir e vir do trabalho.  

O que achou das alternativas para a redução de custos no transporte por fretamento? Se quiser saber mais sobre como gerar essa economia no seu atual serviço de fretamento, converse com um dos nossos especialistas.

​ ​

Escreva um comentário

Não há comentários

Ainda não há nenhum comentário neste post.

​ ​

Inscreva-se no blog