Conheça 3 tendências de RH para 2021

6 minutos

O ano de 2020 foi um ano de aprendizados e desafios para muitas empresas. Em meio a essa nova realidade, o processo de digitalização foi acelerado e novas tecnologias foram inseridas no contexto organizacional para conectar equipes, que, mesmo à distância, puderam se manter unidas em prol do funcionamento das organizações. 

Com isso, o planejamento de muitas foi alterado, passando por adaptações e, até mesmo reestruturações. O departamento de recursos humanos foi um desses setores que investiram em novas tecnologias e recursos inovadores para conectar colaboradores e empresas em meio a essa nova realidade.

A seguir, você verá três tendências que prometem otimizar e facilitar a gestão de recursos humanos em 2021. Afinal, nada mais assertivo que começar o ano de 2021 com metas e objetivos definidos, além de conseguir provisionar algumas ações para obter resultados efetivos para o departamento.  

Home office: Mais flexibilidade no trabalho

Um dos aprendizados obtidos durante esse momento desafiador é que é possível manter a produtividade de muitas equipes à distância por meio de um autogerenciamento efetivo. O trabalho em casa foi estratégia adotada por 46% das empresas durante a pandemia, segundo a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19 desenvolvida pela Fundação Instituto de Administração (FIA), realizado em abril, com 139 pequenas, médias e grandes empresas que atuam em todo o Brasil.

O trabalho remoto é uma nova realidade para muitas gerações, mas, especialmente para os nativos digitais, esse formato tem se tornado cada vez mais atraente. O papel do profissional de recursos humanos é entender a experiência desses colaboradores em relação ao home office e criar caminhos para viabilizar essa troca de informações entre equipes, por meio de ferramentas como aplicativos de comunicação, tecnologias para videoconferências e equipamentos para tornar o trabalho em casa produtivo e confortável.

Otimização da experiência do colaborador dentro da empresa

Muito além do salário, as gerações estão buscando trabalhos que permitam a realização pessoal e profissional, e que sejam coerentes aos seus valores e estilos de vida.  Desta forma, é necessário que as empresas invistam em ambientes mais informais e flexíveis para atrair os novos talentos e reter os atuais.

Com isso, destaca-se a possibilidade da oferta de benefícios exclusivos que priorizem a qualidade de vida, a saúde mental e física dos colaboradores, além da possibilidade de desenvolvimento humano, por meio de cursos, palestras e workshops.

 Por exemplo, empresas que se preocupam com a forma que os colaboradores vão e voltam do trabalho todos os dias podem oferecer como benefício o transporte por fretamento. Desta forma, os colaboradores poderão aproveitar o tempo de deslocamento para descansar ou desempenhar outra atividade, proporcionando a ele, mais qualidade de vida e disposição para trabalhar.

Automatização de processos e acesso a dados para a tomada de decisões

A análise e interpretação de dados e a automatização de rotinas dos departamentos podem ser vistos como oportunidades para desburocratizar os processos e torná-los mais ágeis.

Em um cenário cada vez mais competitivo e mutável, o acesso rápido a dados se torna cada vez mais imprescindível para a tomada de decisões estratégicas e isso não é diferente para o departamento de Recursos Humanos.

Ao automatizar os processos, o profissional de Recursos Humanos pode reduzir a ocorrência de erros, prever possíveis falhas, mapear os principais indicadores da área e ganhar tempo para investir em outras necessidades do seu departamento.

Agora que você já conhece as tendências desse mercado, te convidamos a começar a planejar seu 2021.  Se você gostou desse artigo, não deixe de conferir mais sobre o que é Employee Experience e a importância desse conceito para a sua empresa.

​ ​

Escreva um comentário

Não há comentários

Ainda não há nenhum comentário neste post.

​ ​

Inscreva-se no blog