A interpessoalidade no trabalho cria um ambiente colaborativo entre funcionários que é muito benéfico para os objetivos corporativos. Além de estarem mais engajados no propósito da organização, eles passam a se ajudar quando necessário, gerando um sentimento de pertencimento e motivação nas atividades.

Interpessoalidade no trabalho: 6 práticas indispensáveis

13 minutos

Veja como a interpessoalidade no trabalho favorece o clima organizacional 

O bom relacionamento entre colaboradores é um fator importante na manutenção de um clima de trabalho favorável. Quando o relacionamento é agradável, fazer parte do ambiente se torna uma grande oportunidade de satisfação pessoal e realização profissional. O mesmo vale para ambientes tóxicos, que prejudicam a qualidade de vida dos colaboradores e podem fazer com que relações sejam insustentáveis, desdobrando-se em diversas outras consequências negativas. 

Uma pesquisa publicada na Istoé  revelou que há um risco de depressão 300% maior para colaboradores que atuam em ambientes de trabalho tóxicos. Em contrapartida, empresas que promovem diversidade e práticas saudáveis dentro de seus planejamentos têm chances 26% maiores de alcançar performances financeiras superiores a de suas concorrentes.

Neste artigo, serão abordadas as consequências negativas impostas às empresas que não promovem a relação interpessoal de seus colaboradores, além da sugestão de medidas importantes que podem ser tomadas para ajudar na questão. Para concluir será definida a importância desse tema, justificando como pode ajudar as organizações a se tornarem mais competitivas. 

A interpessoalidade no trabalho cria um ambiente colaborativo entre funcionários que é muito benéfico para os objetivos corporativos. Além de estarem mais engajados no propósito da organização, eles passam a se ajudar quando necessário, gerando um sentimento de pertencimento e motivação nas atividades.
A interpessoalidade no trabalho cria um ambiente colaborativo entre funcionários que é muito benéfico para os objetivos corporativos. Além de estarem mais engajados no propósito da organização, eles passam a se ajudar quando necessário, gerando um sentimento de pertencimento e motivação nas atividades.

Consequências da falta de interpessoalidade no trabalho

Ambientes de trabalho conturbados e abusivos costumam ser reflexo de uma cultura organizacional que não valoriza as relações interpessoais de seus funcionários. Em muitos casos pode ser percebida a presença de lideranças mal preparadas, falta de afinidade com valores morais e éticos e dificuldade de respeito às normas básicas de disciplina. Além desses pontos indesejáveis, outros prejuízos que decorrem da desvalorização das relações humanas são: 

Dificuldade de comunicação

Ruídos e dificuldade na comunicação costumam ser causa e também consequência de relacionamentos interpessoais mal gerenciados. A ausência de comunicação assertiva prejudica o engajamento das equipes e, automaticamente, os resultados da empresa. 

Queda no engajamento das equipes 

Quando não existe respeito, satisfação e companheirismo entre os indivíduos das equipes eles não se sentem motivados a oferecer seu melhor desempenho nas operações. O resultado é a queda no engajamento na equipe e na produtividade. 

Queda na qualidade de vida 

Ambientes de trabalho conturbados não são capazes de fornecer aos seus colaboradores uma boa qualidade de vida no trabalho. Isso pode gerar grande insatisfação, além de estresse e problemas psicológicos dos mais variados tipos. 

Queda no clima organizacional

O clima da empresa é severamente impactado quando existem problemas no relacionamento dos colaboradores. Ele deixa de ser um leve, colaborativo e produtivo, para se tornar algo mais denso, individualista e nocivo ao andamento dos projetos. 

Queda na produtividade

Quando todos os fatores anteriores se combinam e o ambiente corporativo se encontra defasado, a tendência é a queda no fluxo operacional e produtividade dos colaboradores. Sendo assim, eles deixam de sentir prazer ao integrar a companhia e passam a trabalhar insatisfeitos em vários aspectos. 

Como desenvolver a interpessoalidade no trabalho?

Para construir um ambiente saudável, as organizações devem considerar os relacionamentos interpessoais como questão primordial em seus valores culturais. É necessário que forneçam aos seus colaboradores autonomia, qualidade de vida, e espaço de diálogo. Também devem construir um planejamento integrado abordando as seguintes questões:

1. Envolvimento dos colaboradores na estratégia corporativa 

Para que estejam de fato envolvidos, colaboradores precisam se conectar de maneira genuína à empresa e função que desempenham. Envolvendo-os na cultura organizacional, eles sentem-se parte da organização, contribuindo para resultados mais positivos. 

2. Criação de políticas de relacionamento e integração

A competição entre membros da mesma equipe não deve ser estimulada, afinal são colegas e não concorrentes. Quando o trabalho é coletivo os resultados em geral costumam ser mais positivos. Promover momentos de troca e descontração entre os colaboradores (como happy hours e fretamento coletivo) ou atividades para desenvolvimento das habilidades interpessoais são iniciativas muito interessantes. 

3. Desenvolvimento das lideranças 

Líderes representam a visão da empresa e devem inspirar seus liderados. Nesse sentido, lideranças abusivas são terríveis para a manutenção de um clima organizacional favorável. Esses responsáveis devem ser preparados para estimular o engajamento entre suas equipes, favorecendo a colaboração para eficiência das operações. 

4. Presença de feedbacks 

Os feedbacks são essenciais para criar no colaborador a consciência sobre seu desempenho recente. Isso os ajuda a entender se  sua performance e comportamento estão adequados ao que se espera para o ambiente de trabalho. 

5. Promover diversidade e inclusão 

Empresas diversas e inclusivas valorizam sua função social oferecendo um espaço saudável para diálogo e inovação. Além de contribuir para a imagem corporativa, elas geram um senso de pertencimento nesses colaboradores dando a eles a oportunidade de se relacionarem e se desenvolverem profissionalmente. 

6. Realização de pesquisas de clima 

Graças às pesquisas de clima organizacional, é possível identificar padrões de comportamento, indicadores de convivência e também de desavenças. Essas pesquisas avaliam a satisfação, possibilitando adotar estratégias que contribuam para a resolução desses problemas. 

Os reais benefícios da interpessoalidade no trabalho para os colaboradores

Quando existe respeito e companheirismo nas relações interpessoais o engajamento entre as equipes é fortalecido, tornando maior a capacidade para superação de metas e objetivos. A conexão entre colaboradores contribui para a resolução de tarefas mais complexas e redução da ociosidade, já que um colega pode auxiliar o outro em suas atribuições caso já tenha cumprido com as obrigações. 

Em ambientes de trabalho saudáveis as definições de subordinação são justas, colaboradores são mais satisfeitos e, consequentemente, envolvidos no propósito corporativo. A saúde mental dos colaboradores também é preservada, diminuindo o nível de estresse e o risco de desenvolver problemas físicos em decorrência do mesmo. Como resultado, se solidificam as equipes engajadas, aumenta-se a atração e retenção de profissionais talentosos e diminuem-se as demissões desnecessárias.

Somos a BusUp. Transporte inteligente para sua empresa economizar até 40% com fretamento.

Gostou? Entre em contato com nossa equipe para mais informações. Calculou, economizou, mudou para a BusUp.

New Call-to-action

​ ​

Escreva um comentário

Não há comentários

Ainda não há nenhum comentário neste post.

​ ​

Inscreva-se no blog