3 coisas que você precisa saber sobre a área de facilities

9 minutos

Quando executada de forma estratégica, a gestão da área de facilities beneficia seu negócio

A ocupação de espaços empresariais e industriais tem enfrentado uma série de desafios com as mudanças nas formas de trabalho. Com a aceleração dos escritórios híbridos, que contam com equipes remotas e presenciais, surgem preocupações com questões como protocolos de higiene e segurança do patrimônio, das pessoas e da informação, entre outras.

Um estudo da consultoria Cushman&Wakefield, divulgado pelo portal Infomoney, demonstra que o mundo pós-pandemia já está preparando o escritório do futuro, que terá, por exemplo, maior distância entre as estações de trabalho. As novas demandas estão sendo sistematizadas em um manual de boas práticas que servirá de modelo para companhias de vários portes e áreas  de atuação.

Diante desse cenário, a área de facilities precisará assumir um papel estratégico, apoiando a atividade-fim de um negócio e entregando as condições de conforto e funcionalidade necessárias aos ambientes de trabalho eficientes. Para garantir que a operação da empresa ocorra da forma mais suave possível, o gestor de facilities deverá, cada vez mais, se preocupar com a integração entre o espaço físico, as pessoas e a tecnologia.

Pensando nisso, preparamos uma lista de três coisas que todo profissional precisa saber para assegurar que as instalações da empresa proporcionem um ambiente de trabalho harmonioso a seus profissionais.

New Call-to-action
A área de facilities assume papel fundamental dentro das empresas

1. Do que é preciso cuidar na área de facilities

A área de facilities cuida de todas as atividades relacionadas à manutenção e administração das instalações de uma empresa. Isso inclui uma série de serviços, como, por exemplo, a recepção de funcionários e visitantes, a limpeza dos espaços físicos, a realização de manutenções preventivas e corretivas nas redes elétricas e hidráulicas, nos sistemas de ar condicionado e nas máquinas e equipamentos.

Também é preciso gerenciar as equipes de segurança, que protegem tanto a integridade física dos colaboradores quanto o patrimônio da empresa. Em alguns casos, o gestor de facilities é também o responsável pela logística, o que pode incluir o transporte dos funcionários até o local de trabalho. 

2. É importante ter visão estratégica 

O principal objetivo da área de facilities deve ser integrar as pessoas aos ambientes, melhorando a qualidade de vida de todos e contribuindo para o aumento da produtividade e da eficiência.

Por isso, independentemente de sua formação, o gestor de facilities precisa ter visão estratégica, entendendo quais são as metas da empresa, para que os processos ligados à manutenção das instalações físicas estejam sempre alinhados ao planejamento tático e financeiro. Essa perspectiva permite que os profissionais da área sejam proativos, atendendo melhor às necessidades do negócio, planejando o uso dos recursos e antecipando demandas.

De acordo com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas da Bahia (Sebrae-BA), o layout do ambiente influencia a criatividade e a produtividade das equipes. Segundo a organização, um bom arranjo físico, que traga conforto às equipes e aos clientes, proporciona melhores condições de trabalho a todos.

3. Vale a pena fica de olho nas tendências

O setor da administração predial vem passando por uma série de mudanças, que se aceleraram no último ano. Nesse contexto, a área de facilities vem sendo reconhecida como ferramenta estratégica para aumentar a eficiência dos negócios. Por isso, contar com o apoio de profissionais especializados libera a equipe da empresa para cuidar da atividade-fim, melhorando o desempenho de todos. 

O gestor de facilities, por sua vez, é alguém que está sempre em dia com as tendências da manutenção predial, o que possibilita o uso mais racional dos recursos e a redução de custos. Ele também acompanha as exigências da legislação específica do setor, garantindo o compliance com as normas.

A revista Consumidor Moderno aposta que os espaços projetados para abrigar diferentes tipos de trabalho e para incentivar a colaboração serão cada vez mais comuns, especialmente nas empresas que adotarem o modelo híbrido. Esta tendência, que veio para ficar, também precisa ser acompanhada de perto pelos profissionais da área.

Novos desafios para a área de facilities

A gestão da área de facilities tem sido bastante demandada neste novo cenário, que combina trabalho remoto e presencial, exigências sanitárias e até tecnológicas. Por isso, estes profissionais têm um papel fundamental nas organizações, prestando apoio às áreas de negócio para que realizem seu trabalho com conforto e qualidade de vida.

Somos a BusUp. Transporte inteligente para sua empresa economizar até 40% com fretamento.

Gostou? Entre em contato com nossa equipe para mais informações. Calculou, economizou, mudou para a BusUp.

New Call-to-action

​ ​

Escreva um comentário

Não há comentários

Ainda não há nenhum comentário neste post.

​ ​

Inscreva-se no blog