Small data: como a qualidade das informações pode ajudar a produzir insights valiosos

10 minutos

A análise de dados pode ajudar sua empresa a converter dados em negócios e vendas

Na era digital, é cada vez mais frequente as empresas se apoiarem em dados para a tomada de decisões. Uma maneira de obter insights de valor sobre seus clientes é por meio da estratégia do small data, que valoriza mais a qualidade do que a quantidade de informações disponíveis. O problema é que, segundo a consultoria McKinsey, apenas 13% das empresas brasileiras têm uma cultura de tomada de decisões baseada em dados

Neste artigo, reunimos alguns aspectos do small data que podem ajudar as empresas a extrair mais valor de informações que podem ser acessadas com facilidade.

New Call-to-action
O small data pode dar insights valiosos para as empresas

O que é small data

O small data oferece dados em volume suficiente para serem avaliados por humanos. Ou seja, em quantidades e formatos que podem ser acessados sem a necessidade de utilizar recursos tecnológicos sofisticados. A ideia é selecionar informações qualitativas, e não em grande quantidade, para agregar valor de forma significativa aos clientes. 

Como funciona o small data?

Na prática, o uso de small data requer uma equipe focada e atenta às necessidades dos clientes. Além de ouvir suas demandas, é preciso interpretar seus comportamentos e seu histórico de relacionamento com a marca para tentar prever estratégias e ações futuras.

A técnica se alimenta de conversas com clientes, tanto em interações presenciais quanto por meio de redes sociais e trocas de e-mail, por exemplo. Tudo isso para buscar a fidelização por meio da aquisição de informações personalizadas.

O livro “Small Data: como poucas pistas indicam grandes tendências”, de Martin Lindstrom, apresenta algumas experiências bem-sucedidas com a análise qualitativa de dados.

Um dos exemplos apresentados pelo autor é o da cerveja brasileira Devassa, que mudou seu posicionamento a partir da observação do estilo de vida do país. Entre as questões observadas, ele identificou uma cultura que diferencia as classes sociais, com gostos bem distintos entre si e um senso de pertencimento ligados ao consumo de marcas. Com isso, o especialista recomendou que a cerveja se diferenciasse por mudanças tanto no sabor quanto na embalagem.

Small data pode ser usado como ferramenta complementar

A estratégia de small data não substitui a análise de big data. Ao contrário, são atividades complementares, que podem ser adotadas por empresas de todos os portes e setores.  Cada uma das ferramentas pode ajudar de formas diferentes na tomada de decisões baseada em dados.

Começando pelo big data, destacamos:

  • Uso de dados estruturados ou não estruturados
  • Coleta da maior quantidade possível de informações
  • Uso de computação em nuvem e ferramentas sofisticadas
  • Identificação de tendências de mercado

Já a análise de small data tem outras características:

  • Informações prontas para análise
  • Uso de dados coletados ou filtrados por humanos
  • Útil para identificar situações e demandas específicas de clientes 
  • Importante para prevenir ou controlar crises

Como o esta ferramenta pode ajudar nas oportunidades de negócio?

De acordo com a consultoria Gartner, até 2025 cerca de 70% das organizações deverão mudar o foco do big data para o small data. Isso porque a nova ferramenta oferece contexto para análises mais específicas e menos dependentes de enormes volumes de dados.

A utilização desse tipo de análise qualitativa pode ser bastante útil para gerar novas oportunidades de negócio. Em última instância, essa é a principal vantagem de se adotar a estratégia de small data. Ao acompanhar de perto o que os clientes têm a dizer, a empresa poderá oferecer produtos e serviços com maior grau de personalização.

Também será mais fácil criar um plano de gestão de crise, antecipando os prováveis pontos de fricção e monitorando as insatisfações mais comuns.  Por fim, a tomada de decisões com foco nas demandas do cliente contribui diretamente para a eficiência estratégica do negócio.

A análise qualitativa pode ser uma fonte poderosa de insights

A estratégia de small data está centrada nas pessoas, e não na tecnologia. Por isso, é importante observar quais dados podem ser utilizados para obter insights sobre o que os clientes querem de um produto ou serviço.

Para obter uma experiência de valor, é essencial observar atentamente as informações que já estão disponíveis sobre as preferências e insatisfações dos consumidores. Ao adotar essa técnica, as organizações têm mais chances de identificar boas oportunidades de negócio e de oferecer produtos e serviços personalizados, alinhados às necessidades reais de seus clientes.

Somos a BusUp. Transporte inteligente para sua empresa economizar até 40% com fretamento.

Gostou? Entre em contato com nossa equipe para mais informações. Calculou, economizou, mudou para a BusUp.

New Call-to-action

​ ​

Escreva um comentário

Não há comentários

Ainda não há nenhum comentário neste post.

​ ​

Inscreva-se no blog