Conheça os tipos de logística reversa para o seu negócio

Descubra como otimizar o transporte de funcionários!

Veja os 3 modelos tradicionais de logística reversa e suas vantagens

Impulsionada pela sustentabilidade, a responsabilidade de fabricantes frente a produtos e embalagens após a sua vida útil tem se intensificado e se tornado cada vez mais comum no mundo todo. Nesse contexto, surge o conceito de logística reversa, procedimento que permite ao consumidor retornar para a empresa um produto após o seu consumo, de forma que o fabricante possibilite um descarte correto.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi implementada 10 anos atrás para garantir o retorno de cada material e o seu reaproveitamento na indústria, minimizando custos e danos ambientais. Apesar disso, no Brasil os números não são muito otimistas: de acordo com dados da Abrelpe, a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais,  apenas 3% do lixo que poderia ser reciclado é reaproveitado no país.

Além disso, 8% do que é jogado fora não é sequer coletado, e mesmo do que é recolhido, 40% tem como destino final lugares impróprios, por exemplo, lixões. Cerca de 30 milhões de toneladas por ano vão para locais inadequados, contaminando o meio ambiente, como mostra Carlos Silva Filho, diretor-presidente da Abrelpe. Neste artigo, serão abordados os tipos de logística reversa existentes e quais são os mais vantajosos para sua empresa.

 
O descarte correto das embalagens e resíduos de produtos já consumidos faz parte dos tipos de logística reversa. Ações como essa são importantes, pois geram empregos e ajudam na reputação institucional.
O descarte correto das embalagens e resíduos de produtos já consumidos faz parte dos tipos de logística reversa. Ações como essa são importantes, pois geram empregos e ajudam na reputação institucional.

Consequências da má gestão dos tipos de logística reversa

Devido à sua relação com a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade empresarial, o processo de logística reversa é considerado hoje um poderoso recurso estratégico de competitividade no mercado. Nesse sentido, é visto como uma ótima maneira de agregar valor econômico e reforçar a imagem institucional.

Ainda que seja uma atividade benéfica para as organizações em âmbitos diversos, quando a logística reversa é mal estruturada, podem surgir consequências indesejadas. A seguir, são mostradas as principais complicações derivadas da logística reversa mal-organizada:

1. Resíduos que se perdem no caminho

Deficiências na integração dos sistemas e na integridade das informações podem gerar dificuldade no momento de entregar os resíduos aos locais apropriados para reaproveitamento. Esse fator acaba por atrasar o andamento de todo o processo de reciclagem.

2. Retrabalho

Uma vez que determinadas entregas não chegam ao destino final, a empresa tem um retrabalho para entender as causas das falhas e localizar onde estão os resíduos em questão.

3. Custos desnecessários e desperdício de recursos

As falhas no processo logístico acarretam para a organização custos adicionais e desnecessários, visto que deve ser feita uma reavaliação interna do que pode ter ocorrido e possivelmente um novo envio para o mesmo destino.

4. Falha na reciclagem e consequente aumento do lixo

Quando o processo de logística reversa é ineficiente, os materiais não são devidamente endereçados e reutilizados, fazendo com que sejam descartados de qualquer maneira e contribuindo para o acúmulo de impurezas.

 

Reduza o custo com o transporte de colaboradores da sua empresa

 

Quais os tipos de logística reversa existentes?

modelos de logística reversa distintos, que atendem pessoas e empresas em diferentes situações. Os principais são:

Logística reversa pós-venda

A logística pós-venda consiste no retorno do produto após a sua aquisição e antes do uso. Na maioria das vezes, essa devolução se deve a razões comerciais ou descontentamento. Defeitos, arrependimento de compra ou erro nos pedidos são exemplos de motivos que levam clientes a tomar essa decisão.

Reutilização

O reúso se configura como um canal de logística reversa muito utilizado no Brasil. Na prática, materiais que podem ser descartados, como livros, móveis, eletrônicos e carros, são leiloados pelos fabricantes.  É um recurso interessante, pois a partir dele as empresas conseguem lucrar com a venda de resíduos, endereçando-os para pessoas que tenham interesse de fato.

Logística reversa pós-consumo

A logística pós-consumo é o sistema mais conhecido por empresas e clientes.Caracteriza-se pela coleta e encaminhamento à reciclagem (ou outra destinação adequada) de produtos e seus resíduos após o descarte do consumidor final, por exemplo, pneus de borracha ou embalagens descartáveis.

Vantagens expressivas proporcionadas pela logística reversa

A logística reversa surge como principal alternativa para amenizar os problemas de acúmulo de resíduos no país. A reutilização dos materiais é um princípio fundamental em tempos de consumo excessivo como os de hoje. O engajamento das empresas com essas questões é fundamental visto que, além de obter vantagens internas expressivas, elas podem ser premiadas por ações sustentáveis ou receber isenção de taxas e débitos específicos pelos órgãos públicos. Algumas das principais vantagens oferecidas pelos programas de logística reversa são:

Minimização do impacto ambiental

Reutilizando materiais nas operações, evita-se a necessidade da exploração de matérias-primas virgens, além de proporcionar um uso reduzido de energia elétrica. Menor quantidade de lixo e gasto reduzido de energia são revertidos em benefício ao meio ambiente.

 

New call-to-action

 

Melhora da imagem organizacional e satisfação dos clientes

Clientes se interessam cada vez mais por empresas responsáveis com o meio ambiente. Não somente eles, mas os governos também. Isso favorece a imagem de uma empresa comprometida com o futuro e com as causas ambientais.

Definição de novas soluções para os materiais reutilizados

A recuperação de artigos descartados ainda com valor econômico permite a exploração de novos mercados. Um exemplo claro são os outlets, estabelecimentos que vendem produtos de coleções antigas ou com pequenos erros de fabricação por valores mais acessíveis.

Controle de estoque

A logística reversa também favorece uma maior organização do estoque, evitando o armazenamento de produtos fora de uso e minimizando a possibilidade de erros.

Redução de custos e aumento da lucratividade

A partir da implementação de um sistema de logística reversa eficiente, todos os benefícios citados acima naturalmente contribuem para a redução de gastos desnecessários.

Por que a logística reversa faz tanto sentido para os dias de hoje?

Um fato interessante é que a logística reversa, além de ser fundamental à preservação do meio ambiente, é uma ótima oportunidade de negócio, considerando a recuperação do valor econômico de produtos descartados. Ela também assume uma função social, já que é muito positiva para aqueles que trabalham como catadores de materiais recicláveis.

O Brasil se encontra atrás de referências como EUA e Europa no reaproveitamento de resíduos, afinal, foi só em 2010 que estabeleceu legislações regulamentando essa área. Apesar disso, existem no país indicadores promissores sobre o tema, como a alta capacidade de reciclagem de latas de alumínio.

Sendo assim, cabe aos órgãos públicos e às instituições em geral continuar adotando práticas de preservação ambiental. Se o assunto for abordado frequentemente e com seriedade, nos próximos anos as empresas poderão ter ganhos significativos tanto na redução da poluição, quanto na geração de novos empregos.

Somos a BusUp. Transporte inteligente para sua empresa economizar até 40% com fretamento.

Gostou? Entre em contato com nossa equipe para mais informações. Calculou, economizou, mudou para a BusUp.

 

Como economizar com o transporte de funcionários

 

Sobre o autor
BusUp

Equipe BusUp

Mais info →

Escreva um comentário

Inscreva-se no blog