Como reduzir o absenteísmo no trabalho e melhorar a produtividade de sua empresa

10 minutos

Faltas e atrasos em excesso diminuem a capacidade produtiva das empresas. Saiba como resolver esse problema.

Faltas e atrasos de funcionários estão entre os principais fatores que causam a baixa produtividade das empresas brasileiras. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as pessoas passam em média 4,8 horas por semana no deslocamento entre a casa e o local de trabalho. Esse número pode ser ainda maior, chegando a 7 horas por semana, em grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro. 

O alto tempo despendido no trânsito tem impacto na qualidade de vida, com implicações também no índice de absenteísmo no trabalho. Neste artigo, apresentamos algumas das soluções que podem ser adotadas pelas empresas para reduzir o problema.

New Call-to-action
A alta taxa de absenteísmo no trabalho pode diminuir a produtividade das empresas

Principais consequências do absenteísmo no trabalho

Algumas causas comuns para faltas e atrasos são os problemas de saúde física e mental, como mostra um estudo da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Esses casos incluem desde doenças ocupacionais até problemas como estresse e depressão. 

A falta de motivação é outro fator de impacto, que pode ser provocado por insatisfações com a baixa remuneração ou a ausência de oportunidades de crescimento. Esse problema também pode ter relação com a pouca identificação com os valores organizacionais. Contudo, existem algumas medidas que podem ser tomadas para reduzir o absenteísmo no trabalho:

1. Promoção da saúde física e mental

Segundo o Serviço Social da Indústria (Sesi), existem no Brasil diversas normas obrigatórias que visam prevenir doenças ocupacionais e acidentes de trabalho. Além das exigências legais, as empresas podem promover a saúde física e mental dos funcionários apostando na prevenção. Para isso, vale investir em programas de medicina ocupacional, com a realização de consultas periódicas. Também é importante garantir um ambiente de trabalho ergonômico e incentivar hábitos saudáveis. 

Além disso, é preciso tomar medidas que estimulem o conforto psicológico das equipes. Problemas como sobrecarga de atividades, conflitos entre funcionários e outros podem prejudicar o ambiente de trabalho. A ferramenta mais indicada para identificar essas questões é a pesquisa de clima organizacional, que deve ser realizada periodicamente.

2. Qualidade de vida

O bem-estar dos colaboradores é considerado um ponto fundamental para boa parte das organizações. Segundo um levantamento divulgado pela revista Forbes, 37,7% delas têm ações para melhorar a saúde física e mental dos profissionais. Já uma parcela de 38,7% das companhias pesquisadas, embora ainda não tenham programas de qualidade de vida, pretendem implementá-los no futuro. 

Entre as iniciativas que podem integrar programas desse tipo estão a adoção de jornadas de trabalho flexíveis e pacotes de benefícios vantajosos. A oferta de transporte fretado para os funcionários que moram em locais distantes da empresa também é um fator que ajuda a aumentar a satisfação das equipes. 

3. Motivação para o trabalho

A motivação das pessoas que trabalham na empresa é ligada aos mecanismos de reconhecimento do trabalho realizado. Entre eles, é importante desenvolver rotinas de avaliação, com critérios que levem em conta valores e objetivos estratégicos da empresa. Essa cultura de feedbacks constantes e boa comunicação interpessoal contribui para o estabelecimento de um ambiente colaborativo.

Outros pontos de atenção no que diz respeito à motivação incluem a definição de um plano de carreira e a oferta de bônus ou outros benefícios condicionados ao cumprimento de metas. Além disso, é importante proporcionar um clima organizacional que estimule o bom relacionamento entre líderes e equipes.

4. Perfil adequado aos valores da empresa

Um fator que está relacionado à motivação é a compatibilidade entre o perfil do profissional e os valores da empresa. Para evitar problemas como a falta de identificação com a cultura organizacional, os processos seletivos devem incluir avaliações de características comportamentais dos candidatos. Um maior cuidado no momento da admissão pode evitar dificuldades de adaptação que acabem contribuindo para aumentar o número de atrasos e faltas dos colaboradores.

Alto absenteísmo no trabalho tem solução

Problemas como baixa qualidade de vida, problemas de saúde e falta de motivação são algumas das causas que afetam o índice de absenteísmo no trabalho. Essas questões têm impacto até mesmo na capacidade produtiva das empresas. Mas é possível adotar medidas para melhorar o ambiente corporativo e promover o bem-estar dos profissionais

Este artigo mostrou algumas dicas que podem ajudar a reduzir esse índice nas empresas, como a adoção de programas de medicina ocupacional e o fretamento de ônibus, entre outros.

Somos a BusUp. Transporte inteligente para sua empresa economizar até 40% com fretamento.

Gostou? Entre em contato com nossa equipe para mais informações. Calculou, economizou, mudou para a BusUp.

New Call-to-action

​ ​

Escreva um comentário

Não há comentários

Ainda não há nenhum comentário neste post.

​ ​

Inscreva-se no blog