Rotatividade de funcionários: saiba como reduzir esse problema em sua empresa

12 minutos

Alta rotatividade de funcionários implica em aumento de custos: conheça quatro estratégias para evitar o problema.

A rotatividade de funcionários, seja porque foram desligados ou pediram desligamento, traz consequências negativas para as empresas. Esta é a opinião de 73% dos entrevistados na pesquisa CNI Retratos da Sociedade Brasileira sobre o tema. 

A reposição de mão de obra representa uma série de custos. Além das verbas rescisórias, é preciso investir em processos de seleção para encontrar novos colaboradores. Para evitar que sua empresa sofra os impactos de um alto índice de turnover, é possível adotar algumas medidas para prevenir o problema. 

Neste artigo, vamos mostrar quatro estratégias para reduzir a rotatividade de funcionários.

New Call-to-action
A rotatividade de funcionários pode trazer prejuízos para os funcionários e para as empresas

Por que a rotatividade de funcionários é um problema para as empresas?

A alta taxa de turnover pode trazer várias consequências negativas para sua empresa. Entre elas, destacam-se:

1. Custos de demissão e contratação

No Brasil, quando uma empresa desliga um funcionário, ela precisa pagar o aviso prévio, adicional de férias e 13º salário proporcionais, além de 40% de multa rescisória sobre o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Algumas dessas verbas são devidas mesmo quando a iniciativa de pedir demissão parte do próprio colaborador.

Já no que diz respeito à admissão de um novo empregado, o custo pode ser equivalente a até dois salários. É o que mostra o estudo ‘Causas e Efeitos da Rotatividade de Pessoal / Turnover’, realizado pela FATEC de São Paulo.

2. Necessidade de treinar novos funcionários

Outro efeito negativo da rotatividade sobre a produtividade é o tempo despendido com o treinamento de novos colaboradores. Trata-se de uma variável difícil de calcular. Contudo, é possível constatar que, em seus primeiros meses na organização, o funcionário será menos produtivo. Isso porque ainda não terá todos os conhecimentos necessários para desempenhar suas atividades. 

3. Impactos no clima organizacional 

Em empresas com alto turnover, pode haver efeitos negativos no clima organizacional. Muitas mudanças no quadro de pessoal geram instabilidade nas equipes, dificuldades nas relações interpessoais e até perdas de capital intelectual.

Como sua empresa pode evitar um alto índice de turnover?

1. Tenha um processo seletivo afiado

A primeira etapa para a redução da rotatividade é melhorar a seleção de novos funcionários. Quanto mais alinhados aos valores da empresa e ao clima organizacional, maiores as chances de permanecerem na companhia. Vale, ainda, investir nos seguintes passos:

  • Mapear e descrever as funções existentes

Em colaboração com as áreas, liste todos os cargos existentes e que precisam ser descritos. Registre o conjunto de tarefas a serem desempenhadas, incluindo responsabilidades e processos

  • Definir as competências necessárias

Ainda em conjunto com cada área da empresa, delimite habilidades desejáveis. Isso inclui requisitos técnicos e, se for o caso, a formação acadêmica. Também devem ser considerados aspectos comportamentais.

  • Buscar candidatos compatíveis

Por fim, leve em conta as características da vaga. Nas entrevistas, avalie a compatibilidade entre o perfil de cada candidato e os requisitos desejáveis. Vale lembrar que é importante manter as descrições de cargos sempre atualizadas.

2. Ofereça reconhecimento e capacitação

A retenção de talentos, hoje, é influenciada por fatores que vão além da remuneração e benefícios. Segundo a consultoria Great Place to Work, as 150 empresas mais bem avaliadas costumam investir em capacitação (quase 40% custeiam o estudo de idiomas) e reconhecimento

Outro ponto importante é o incentivo para que os gestores deem feedback permanente às equipes. Desta forma, é possível melhorar a comunicação entre a liderança e os colaboradores e alinhar expectativas, facilitando a priorização de atividades.

3. Invista na qualidade de vida

Ainda de acordo com a Great Place to Work, 24% dos funcionários apontam a qualidade de vida como fator de permanência. Por isso, vale estabelecer ações de saúde corporativa, como consultórios médicos nas instalações da empresa. Quando possível, adote jornadas flexíveis. Também é fundamental incentivar um ambiente de trabalho harmônico e equilibrado.

4. Adote um plano de carreira transparente

A progressão na carreira já é considerada mais importante que um salário alto. Pelo menos para a geração millennial, que hoje está com cerca de 30 anos e começa a ocupar posições de liderança nas empresas. Uma pesquisa divulgada pela Page Personnel indica que 52% dos jovens profissionais priorizam este ponto quando buscam por uma colocação no mercado de trabalho. O número fica à frente de salários competitivos, fator apontado por 44% dos entrevistados.

Entre as medidas que podem ser implementadas nesse sentido, destacam-se:

  • Definir caminhos de crescimento claros. Os mais comuns são as carreiras em linha, com apenas uma possibilidade de evoluir na empresa; em Y, em que é possível optar por ser especialista ou gestor; e em W, em que tanto as competências técnicas quanto as de lideranças são desenvolvidas.
  • Ter processos de avaliação regulares, com critérios transparentes e objetivos.
  • Quando possível, priorizar a equipe interna para promoções.

Reduzir a rotatividade é bom para os funcionários e para a empresa

A rotatividade de funcionários é considerada um dos maiores desafios para as empresas. Se o problema não for bem gerido, pode ocasionar perdas financeiras e de capital intelectual, além de impactar o clima organizacional das equipes. Por isso, é importante implementar medidas direcionadas especificamente para reduzir o turnover.

Apostar em um processo seletivo de qualidade, além de oferecer capacitação e melhorias na qualidade de vida podem ajudar os colaboradores a se sentirem mais motivados no trabalho. Isso também beneficia as empresas, pois ajuda a diminuir os altos índices de turnover. E vale lembrar: todas essas medidas são válidas desde o momento da contratação até as promoções internas. 

Somos a BusUp. Transporte inteligente para sua empresa economizar até 40% com fretamento.

Gostou? Entre em contato com nossa equipe para mais informações. Calculou, economizou, mudou para a BusUp.

New Call-to-action

​ ​

Escreva um comentário

Não há comentários

Ainda não há nenhum comentário neste post.

​ ​

Inscreva-se no blog