Sua empresa está preparada para a revolução da indústria 5.0?

Descubra como otimizar o transporte de funcionários

A automação é uma realidade que veio para ficar, mas o grau de maturidade digital no Brasil ainda deixa a desejar.

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), mais da metade das indústrias do país estão defasadas na adoção dessas tecnologias. O Índice Global de Inovação (GII, na sigla em inglês), que mede a capacidade de inovação das economias globais, aponta que o desempenho do país está abaixo da média na comparação com a América Latina. Um dos pontos fracos da inovação brasileira é o pilar do capital humano, fundamental para a revolução da indústria 5.0

Este artigo irá mostrar o que esperar da chamada quinta revolução industrial, quando devemos atingir ainda mais eficiência por meio da colaboração entre humanos e máquinas. Será que sua empresa está pronta? 

Um dos pontos fracos da inovação brasileira é o pilar do capital humano, fundamental para a revolução da indústria 5.0

O que é a indústria 5.0

As empresas que saíram na frente da quarta revolução industrial apresentam um importante diferencial competitivo. Uma pesquisa da CNI realizada com empresas de vários segmentos, mostrou que a digitalização traz um aumento médio de 22% na produtividade. Mas se a indústria 4.0 tem como foco a melhoria da produtividade com base em tecnologias digitais, a próxima onda já se anuncia. É a indústria 5.0, que aposta no fator humano como um diferencial que nenhum software é capaz de superar

A quinta onda da revolução industrial leva a ideia de fábrica inteligente a um novo patamar. Não basta ter uma operação automatizada, é preciso combinar tecnologias com a ação de colaboradores especializados. O objetivo é oferecer produtos e serviços personalizados e verdadeiramente humanizados aos clientes, indo além da identificação de padrões simples proporcionada pela inteligência maquínica. Esse será o mais importante diferencial competitivo do futuro.

 

Reduza o custo com o transporte de colaboradores da sua empresa

 

Como integrar tecnologias e conhecimento humano

Muitas empresas já estão implementando tecnologias digitais como veículos autônomos, impressão 3D, computação em nuvem, inteligência artificial, internet das coisas, nanotecnologia e outras. Todos esses recursos podem e devem ser integrados à habilidade cognitiva humana, uma característica que as máquinas não conseguem reproduzir. 

Um relatório da União Europeia aponta caminhos para a implementação da indústria 5.0. O documento recomenda a adoção de uma abordagem centrada em humanos ao implementar tecnologias, especialmente aquelas que envolvem inteligência artificial. Além disso, enfatiza a necessidade de dar educação digital aos trabalhadores, ou seja, investir em capacitação nas competências digitais. Também são apontados temas como o uso eficiente dos recursos, com destaque para a inovação sustentável, e o investimento em pesquisa.

A inteligência artificial e o fator humano

Um dos pontos de atenção ao apostar na indústria 5.0 são as tecnologias que envolvem inteligência artificial. Por um lado, elas têm uma enorme capacidade de identificar padrões e realizar tarefas que exigem raciocínio dedutivo. Mas há situações que só o pensamento humano sabe avaliar, como a interpretação de situações reais e a empatia por sentimentos de outras pessoas. Assim, as duas se complementam, e juntas podem reduzir muito a possibilidade de erros, além de criar soluções sob medida para as necessidades do mercado. 

 

New call-to-action

 

Na prática, isso significa que a implementação de sistemas ciber-físicos é complementada pelo monitoramento humano. Essa nova realidade parte da compreensão de que, para a inteligência artificial tomar decisões, é preciso criar regras que definam como irá acontecer a interação humano-máquina.

Prepare-se para a quinta revolução industrial

Num mundo em transformação, em que a organização do trabalho está mudando radicalmente, o ritmo rápido da renovação é um desafio para líderes e gestores. A quinta revolução industrial vai trazer a necessidade de integrar o avanço tecnológico à capacitação do capital humano. Para estarem preparadas, as empresas precisam adotar uma abordagem centrada em humanos, investir na educação digital, promover a sustentabilidade e o investimento em pesquisa.

Somos a BusUp. Transporte inteligente para sua empresa economizar até 40% com fretamento.

Gostou? Entre em contato com nossa equipe para mais informações. Calculou, economizou, mudou para a BusUp.

 

Como economizar com o transporte de funcionários

 

Sobre o autor
BusUp

Equipe BusUp

Mais info →

Escreva um comentário

Inscreva-se no blog